Freguesia de Salão

População: 460

Actividades económicas: Agro-pecuária, pesca, pequena indústria e pequeno comércio

Festas e Romarias: Nossa Senhora do Socorro (8 de Setembro), Divino Espírito Santo (Pentecostes) e S. João (24 de Junho)

Património: Igreja matriz, império do Divino Espírito Santo, chafariz e casas baleeiras

Outros Locais: Parque de campismo, porto do Salão e vigia da baleia

Gastronomia: Sopas do Espírito Santo, massa sovada, filhós, caldeirada de peixe, inhame com linguiça e arroz-doce

Artesanato: Conservação de balaios, rendas, bordados e trabalhos em vime e escamas de peixe

Colectividades: Grupo Desportivo do Salão, Grupo Folclórico do Salão e Grupo Cénico da Casa do Povo do Salão

Orago: N. Sra. do Socorro

 

DESCRITIVO HISTÓRICO

A catorze quilómetros da sede do concelho, a freguesia de Nossa Senhora do Socorro do Salão está situada na costa nordeste da ilha do Faial, entre as pontas da Ribeirinha e Salão. Segundo a “Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira”, é constituída pelos lugares e sítios de Arrabalde, Barreiro, Canto, Carapeta, Cela, Lomba e Salão.

O invulgar nome da freguesia, está relacionado com factores de ordem geológico. A despeito de outros significados, a palavra salão designa “fundo arenoso e cheio de limos; barro grosso; terra barrenta; saibro grosso, também chamado solão, e entre o qual se encaixa minério metálico; plano de argila e pedregulho, tornado impermeável, numa escarpa talhada a pique”.

Foi até há alguns anos um simples lugar, anexo à freguesia de Cedros. O desenvolvimento registado permitiu-lhe ascender à categoria de freguesia. Continua a ser, apesar disso, a freguesia menos povoada do concelho da Horta. Com menos de quinhentos habitantes, o seu povo tem como actividades económicas principais a agricultura e a pecuária.

Pin It