Freguesia de Ribeirinha

População: 480

Actividades económicas: Agricultura, pecuária, pesca, construção civil e pequeno comércio

Festas e Romarias: Santo Antão (17 de Janeiro), S. Pedro (29 de Junho) e Espírito Santo

Património: Igreja matriz, ermida de S. Pedro e império do Espírito Santo

Outros Locais: Zona balnear da Baixa e miradouro da Terra Alta

Gastronomia: Sopas do Espírito Santo, caldo de peixe, inhame com linguiça e torresmos, massa sovada, filhós e arroz-doce

Artesanato:

Colectividades: Grupo Desportivo da Ribeirinha, Agrupamento de Escuteiros n.º 924, Grupo Musical “Toninha” e Grupo de Idosos “Pedras Vivas”

Orago: Santo Antã.

 

DESCRITIVO HISTÓRICO


A vinte e três quilómetros da sede do concelho, a freguesia de Ribeirinha deve o seu nome a motivos óbvios, o atravessamento do seu território por uma pequena ribeira. Encontra-se no extremo norte da ilha do Pico, razão pela qual é conhecida também por Ponta da Ribeirinha.

Como freguesia é muito jovem, como povoação é muito antiga. Gaspar Frutuoso já a referia, em 1589, mas nessa altura estava ainda integrada na freguesia da Piedade.

A igreja paroquial, da invocação de Santo Antão, data do século XVIII. É um agradável cartão de visita da freguesia. Ribeirinha foi elevada a curato em 1863 e em 1980 a freguesia.

Com uma população de cerca de quinhentos habitantes, Santo Antão de Ribeirinha dedica-se essencialmente ao sector primário. Além da agricultura e da pecuária, a construção civil vai tendo também algum desenvolvimento, o que é um sinal positivo para a sua economia.

Pin It