Freguesia de Santana

População: 475

Actividades económicas: Agro-pecuária, comércio e agricultura

Festas e Romarias: Santa Ana (Julho, móvel), S. João (24 de Junho), Divino Espírito Santo (Junho, móvel) e S. Pedro (29 de Junho)

Património: Igreja matriz, teatros, (lugar onde se guardam os santos no dia das festas), fontanários, moinhos de água e forno de cal

Outros Locais: Os mencionados em Património cultural e edificado, jardim (junto à igreja) e paisagem natural

Gastronomia: Bolo de sertã, chicharro assado na sertã, pão de milho, torresmos de vinha d’alhos c/ inhame

Artesanato: Rendas e bordados, flores de folha de milho e cestaria em vime

Orago: Santa An.


DESCRITIVO HISTÓRICO


Em finais do século, Hintze Ribeiro esteve na freguesia, agradenceo o apoio alcançado para a sua eleição e prometia ajudar os seus habitantes a conseguir, junto do governo, a verba necessária para a construção de um novo templo paroquial, mais condizente com a situação sócio-económica da freguesia. A promessa cumpriu-se alguns anos depois.

A actual igreja matriz, consagrada a Santa Ana, substitui uma outra que existiu no mesmo local desde o século XVII. Foi reedificada totalmente em 1896. É de estrutura arquitectónica muito agradável e merece ser visitada por quem se desloca à freguesia. É um bom cartão de vista da povoação.

Do património natural de Santana, toda a sua paisagem é de uma beleza inconfudível. Compara-se, neste aspecto, a todo o arquipélago dos Açores.

Com um número de habitantes que não ultrapassa os quinhentos, esta freguesia é essencialmente agrícola. O comércio serve as necessidades mínimas da sua população, enquanto que a indústria praticamente não tem expressão.

Pin It