Freguesia de S. Pedro

População: 12500

Actividades económicas: Comércio, indústria e serviços

Festas e Romarias: S. Pedro (26, 27, 28 e 29 de Junho)

Património: Igreja de S. Pedro e Igreja do Coração de Maria

Outros Locais: Marina e piscinas

Gastronomia: Chicharros com molho vilão, sopa de netos e bolo na sertã

Artesanato: Trabalhos em vime e escamas de peixe

Colectividades: Marítimo Sport Clube, Clube Juvenil Estrela Vermelha e Banda Rival das Musas

Orago: S. Pedro

DESCRITIVO HISTÓRICO


É uma das freguesias constituintes da sede do concelho. Com cerca de doze mil e quinhentos habitantes, é uma das mais povoadas freguesias de todo o Arquipélago dos Açores. Muito pobre no início do seu povoamento, S. Pedro de Ponta Delgada cresceu rapidamente e adquiriu um estatuto de primeira grandeza no contexto da ilha. Prova disso mesmo é a população que aqui vive, fazendo da freguesia um pólo de atracção para toda a ilha.

A actual Igreja de S. Pedro, que esteve na base da fundação da paróquia do mesmo nome, foi de início uma pequena ermida, em pedra e coberta de colmo. O crescimento demográfico obrigou ao seu alargamento e, por fim, à elevação à categoria de matriz. Essa segunda igreja já foi construída em 1580, mas só estava concluída, com grandes remodelações ainda, cerca de 1645. O actual templo, mais moderno e bem mais amplo que o anterior, foi construído a partir de 1735.

É orago deste templo, S. Pedro. Natural de Betsaida, morava em Cafarneum, quando, deixando as redes de pescador, seguiu o Mestre e veio tomar o lugar à frente do colégio apostólico.

Durante a Paixão de Jesus, mostrou a princípio grande coragem, mas chegou a negá-lo três vezes. Foi o primeiro dos Apóstolos a ver Jesus ressuscitado.

Cerca do ano de 43, apareceu em Jerusalém e ali foi encerrado por ordem de Herodes. Viria a morrer, martirizado, em Roma, onde era bispo. É padroeiro dos serralheiros e dos sapateiros.

Como seria de esperar, numa freguesia destas características, a população de S. Pedro tem como principais actividades económicas o comércio e os serviços. O turismo desempenha também um papel importante na economia local.

Vivem actualmente em S. Pedro de Ponta Delgada cerca de doze mil e quinhentos habitantes.

É uma gente trabalhadora, como a maior parte dos habitantes do arquipélago dos Açores. Dedica-se essencialmente ao sector terciário, como anteriormente foi referido, mas o artesanato tem ainda uma palavra a dizer. Os trabalhos em vime e em escamas de peixe mantêm ainda um certo sabor a história.

Pin It