Freguesia de S. Brás População: 1000

Actividades económicas: Agricultura, pecuária, lacticínios, serviços, comércio, carpintaria e oficinas auto

Festas e Romarias: Nossa Senhora do Pilar (1.º domingo a seguir ao dia 15 de Agosto) e dia da freguesia (25 de Abril)

Património: Igreja matriz, império do Espírito Santo, chafariz e casario tradicional

Outros Locais: Miradouro sobre o Ramo Grande e parque de merendas do Baldio com parque de campismo

Gastronomia: Papas grossas, massa sovada, alcatra, sopas do Espírito Santo, sopa de bulho, morcela frita, sopas de leite, açorda de alho e açorda de cebola

Artesanato: Rendas, bordados, galochas e ferraria

Colectividades: Sociedade Recreativa, Filarmónica União de S. Brás, Rancho Folclórico da Casa do Povo e Centro Comunitário de S. Brás

Orago: S. Brás

DESCRITIVO HISTÓRICO


Esta freguesia, que foi criada em 17 de Fevereiro de 1951 através da desanexação do território de Lajes, teve a sua origem numa ermida dedicada a S. Brás que aqui existia já no século XV. Tem uma área de dez quilómetros quadrados.

Depois da instituição administrativa, foi a vez de ser fundada a paróquia, em 1958. As razões apontadas eram explícitas: “considerando que o curato de S. Brás (...) tem uma população de mil e trezentas almas; considerando que há neste lugar igreja própria (...); considerando que os fiéis se comprometem a construir a nova igreja”.

Depois dessa pequena ermida, foi construída a igreja paroquial, moderna, consagrada também ao padroeiro. Quanto ao império do Espírito Santo, data de 1956.

Com cerca de mil habitantes, é esta uma freguesia essencialmente rural, com o sector primário a deter clara supremacia em relação aos outros.

Pin It