licor_de_leiteParticularidade
A curiosa particularidade deste licor será talvez a sua dupla utilização: quer como licor, quer através do aproveitamento dos seus resíduos, na confecção do pudim de Natal.

Descrição
Líquido transparente, de cor âmbar, bastante doce e de sabor complexo, devido à sua composição.

História
Como todos os outros licores caseiros, a sua origem perde-se no tempo, se bem que não tenha sido encontrado nenhum registo escrito. Contudo, o consumo dos licores faz parte do folclore tradicional e determinados costumes implicam a sua integração na vida das gentes açoreanas.
Um desses costumes, que se aplica a todos os outros licores caseiros, é uma curiosa tradição da ilha de S. Miguel em que, por alturas do Natal, grupos de adolescentes vão de porta em porta perguntando se «o menino mija», oferecendo-se-lhes então um pequeníssimo cálice de licor juntamente com outras guloseimas.

Uso
Após as refeições e, especialmente, na altura do Natal.

Saber Fazer
Num garrafão de boca larga coloca-se uma mistura de álcool, açúcar, baunilha, chocolate, limão e leite, que ficam de infusão 15 dias. Durante este tempo, a infusão é agitada todos os dias. Ao fim dos 15 dias a mistura é filtrada cuidadosamente, através de um filtro de papel, colocado num funil. Os resíduos vão-se retirando com cuidado, para não romper o filtro, já que se pretende obter um líquido perfeitamente límpido. Estes resíduos guardam-se cuidadosamente, para juntar ao pudim de Natal que também é preparado, tradicionalmente, por esta altura.

Produção
É impossível avaliar a produção, já que, na sua maioria, é obtida de forma caseira.
In: Produtos Tradicionais Portugueses - Vol 1
Direcção-Geral de Desenvolvimento Rural
Lisboa 2001

Pin It

Cozer feijões velhos

feijãoQuando guardados há muito tempo (anos mesmo) ou simplesmente mal acondicionados, os feijões podem demorar tempo a mais a cozer. Mas há soluções.

A menos...

A Tinturaria Vegetal em Alguma Ilhas dos Açores


Carreiro da Costa, 1957

tinturariaRemonta aos primeiros decénios de vida insular, a prática dos vários processos de tinturaria caseira, servida por elementos...

Cores das Ilhas

Tudo leva a crer que esta paleta de cores começou a ser formada com a visita do escritor Raul Brandão, que esteve nos Açores em 1924 e foi atribuindo a cada...

A Amoreira e a Sericultura

 

Carreiro da Costa, 1945

De entre os problemas económicos em equação no arquipélago dos Açores, o da sericicultura é dos que mais tem apaixonado aqueles...

Agave (Babosa)

Piteira, Babosa, Agave, Agave americana L.

agaveÉ uma planta muito disseminada nos jardins de algumas ilhas. Não sabemos se o  “Agave azul” (e a sua parente...

Alguns Estudos Científicos sobre Agricultura Açoriana

uac 0 1

Departamento de Ciências Agrárias

http://repositorio.uac.pt/handle/10400.3/3

 

A influência da paisagem, dos factores ambientais e taxa de infestação na...

Prognósticos Populares

padreamaral
Antes do desenvolvimento da meteorologia, os agricultores (e não só) sabiam ver no céu sinais de bom ou mau tempo, com base em obsevações passadas de pais...