Não usada tradicionalmente ERVA DE SANTA MARIA


OUTRAS FONTES

ERVA-DE-SANTA-MARIA (Chenopodium ambrosioides L.)

Indicações: estomáquico, diurético, vermífugo, sudorífico, para angina e infecções pulmonares. Cicatrizante e para contusões (uso externo).

Parte usada: folhas e flores.

Preparo e dosagem:

Infusão - 1 xícara de cafezinho de planta fresca com sementes em 1/2 litro d'água, tomar 1 xícara de chá de 6 em 6 horas (vermífugo, estomáquico).

Sumo - 2 a 4 colheres de sopa do sumo das folhas para 1 xícara de chá de leite, uma vez ao dia, as crianças maiores de 2 anos, devem tomar a metade da dose (peitoral).

Sumo - 1 copo da planta picada com sementes para 2 copos de leite, bater no liquidificador, tomar 1 copo de suco 1 vez ao dia por 3 dias seguidos (vermífugo).

Cataplasma - colocar 1 xícara de cafezinho de vinagre, 1 colher de sopa de sal, amassar a planta na mistura até obter uma papa, colocar sobre o local afetado e enfaixar (contusões).

- geléia - pegar 4 bananas nanicas maduras com casca , picar 1 copo de folhas de ervade- santa-maria com sementes, meio copo de hortelã, 1 copo e meio de açúcar. Triturar bem as plantas em um pilão, pode-se adicionar um pouco de água, em seguida juntar a banana e o açúcar, amassar bem. Levar ao fogo até dar o ponto de geléia, o que ocorre em poucos minutos. Dar 1 colher de chá duas vezes por dia, pura ou passar na bolacha, pão, etc. (vermífugo).

Outro usos: elimina e repele pulgas e percevejos - colocar os ramos debaixo dos colchões e varrer a casa utilizando-os como vassoura.

Toxicologia: deve ser administrada com cautela. É contra indicado para gestantes e para crianças menores de 2 anos de idade. Usar sob orientação de profissional da área.




 

 

Salvar

Salvar

Pin It